Martial Peak Livro 1 Capítulo 10


<-Capítulo Anterior||Próximo Capítulo->

Capítulo 10 – Dinheiro e Falência

Kai Yang não achou nada de mais nisso, pois eles estavam no Vilarejo da Ameixa Preta, localizado perto da Torre do Céu, outros discípulos descendo para a Vila eram bastante comuns.

Há pouco tempo atrás, Kai Yang chegou à linha para o arroz. A linha era bastante longa, com o comprimento de duas tendas. O negócio foi muito próspero, mas tem apenas um garçom correndo ao redor para servir. O chefe estava calculando o dinheiro em um ábaco no balcão, enquanto a mulher cumprimentava os convidados.

Quanto mais as pessoas terminavam suas encomendas, a linha se tornava gradualmente mais curta e Kai Yang se juntou a linha.

“Madame!” Kai Yang gritou, a mulher de 40 anos de idade olhou para cima para ver quem era. Quando ela viu que era Kai Yang de repente ela sorriu e disse: “Ah, meu jovem, você veio comprar arroz novamente.”

“Sim.” Ele caminhou até a frente do balcão, e apontou uma sacola atrás do balcão e disse: “Dê-me um saco, por favor.”

Enquanto a senhora estava a amarrar o saco com uma corda, ela disse: “Jovem, você compra apenas um saco por mês, isso é suficiente para você?”

Kai Yang respondeu: “É o suficiente”.

“Você está mentindo!” A senhora respondeu enquanto olhava para Kai Yang. “Olhe para você; tais braços e pernas finas. Se você está comendo corretamente, então por que tem os braços e pernas magros?”

Kai Yang sorriu timidamente: “Eu também vou para as montanhas para caçar, assim, mesmo com apenas um saco eu não vou estar com fome.”

Enquanto o chefe se concentrava no cálculo da conta, ele sussurrou para ela: “Vá buscar o velho arroz na parte de trás e dar a esta criança.”

“Vamos ouvir o chefe.” Madame respondeu com um sorriso.

“Como isso é certo? Vocês também estão a tentar ganhar a vida aqui.” Disse Kai Yang em voz alta.

A senhora franziu a testa imediatamente. “Para que serve arroz velho? Deixá-lo lá só vai fornecer um lugar para insetos crescer. De qualquer forma, as pessoas não vão comê-lo. Mas o dono disse que o arroz ainda tem alguns nutrientes, embora menos. Você espera aqui que eu vou pegar um pouco para você levar para casa.”

Enquanto ela estava dizendo isso, ela já tinha começado a caminhar em direção ao quarto dos fundos.

O coração de Kai Yang inchou, por que ele não sabia o que dizer. Toda vez que ele veio para comprar arroz, o chefe e sua esposa sempre encontra várias desculpas para dar-lhe mais. Eles dizem que os insetos vão crescer com o arroz velho e coisas assim, mas na verdade, era sempre bom arroz que não era velho. Sua generosidade dava a Kai Yang esperança neste mundo triste.

“Obrigado tio He.” A voz de Kai Yang teve um leve tremor a ele.

O chefe sorriu e olhou para cima, “Quando se vive sozinho, não tem problemas domésticos? No futuro, sempre que você está com fome apenas venha à nossa loja, nós podemos não ter muito, mas ainda temos arroz suficiente para você comer. ”

“Ok.” Kai Yang acenou com a cabeça, este mundo ainda tinha boas pessoas ao redor.

Em breve, duas pessoas entusiasmadas vieram para a loja de arroz e chutaram algumas pessoas que estavam prontas para encomendar as suas refeições a partir da linha e longe da frente da loja.

“Ahhhh… ” O segundo irmão mais novo caiu, caiu sobre seu bumbum e capotou. Foi um grande problema, porque depois que ele caiu no chão ele não podia levantar-se novamente.

“O que aconteceu?” Chefe He falou para as pessoas que tinham chutado o irmão mais novo enquanto ele saia correndo de trás do balcão para os dois homens. Kai Yang rapidamente ajudou o segundo irmão para cima enquanto atentamente olhava para os dois homens de cara de maus. Um dos homens parecia pálido e magro, estava segurando o estômago, enquanto o outro era forte como um urso, apoiando o pálido. Estes dois eram os únicos que chutaram o segundo irmão.

“Quem é o chefe aqui?” O homem gritou.

“Eu sou, eu sou.” Chefe He respondeu rapidamente. Ele era apenas um comerciante comum, mas os dois homens que o chamaram tinha esses ferozes rostos. As espadas em sua cintura e os rostos ferozes que mostravam não devem ser facilmente tratadas com leviandade. Chefe He se perguntou o que tinha acontecido.

“Bem, bem. Então, você é o chefe de coração negro. Você se atreveu a vender arroz venenoso para o meu irmão. Olhe para ele! Originalmente ele era um homem forte, mas depois de comer o arroz ele ficou assim doente. Normalmente, ele é tão forte como um urso, mas ele mal consegue ficar de pé agora! Você com seu coração negro se preocupa apenas com dinheiro e vai tão longe a tomar vidas! ”

Nesta explosão do homem, chefe He preocupadamente balbuciou: “Ah, como poderia ser isso? Como poderia?”

O homem então disse: “Como eu poderia saber? Esta manhã o meu irmão comprou um pouco de arroz de você e fez mingau de arroz, em seguida, ele se tornou assim depois de comer o arroz que ele comprou de você. Eu tive sorte que eu não comi aquilo, caso contrário eu também teria ficado igual ele.”

Testa de chefe He começou a suar, ele tomou as mangas e ficou enxugando a testa e disse: “Cliente respeitado, eu temo que possa haver um mal-entendido.”

“Mal entendido? Mal entendido sua mãe! Se não fosse o arroz, então o que o levou a se tornar assim?” O homem de Han rugiu. [1]

Kai Yang sentou-se e ponderou a situação, enquanto todos os olhos estavam sobre o tumulto. Chefe He era uma pessoa tão agradável, Kai Yang não podia acreditar que essa pessoa que lhe deu arroz, iria colocar veneno nele. Para não mencionar o fato que o chefe não poderia, eventualmente, ter um coração preto na mente de Kai Yang, um empresário de coração negro não seria tão estúpido a ponto de envenenar seu próprio arroz.

Se estas informações se espalhar como ele iria fazer negócios no futuro? Quem se atreveria a vir e comprar o seu arroz?

Pobres desculpas dos dois homens eram realmente insuportáveis e eles não poderiam sequer considerar que era outra coisa.

Portanto, estes dois definitivamente vieram para arruinar os outros. Mas este movimento foi um pouco mal, porque implicava que o chefe precisava de alguém para morrer só para ganhar algum dinheiro.

Mesmo que o corpo de Kai Yang era fraco ele ainda era um praticante. E através destes últimos anos ele tinha visto inúmeros tipos de pessoas, de modo que ele sentiu que poderia julgar com precisão quem era o chefe. O homem também era alguém que ele devia muito e quando Kai Yang testemunhou isso, causou o seu rosto a cair. Ele se levantou e disse: “Estes dois…”

“O quê?” Um dos homens atirou-lhe um olhar, sua raiva evidente.

Kai Yang não falou, mas chefe He imediatamente pulou na frente dele. Ele balançou a cabeça lentamente para Kai Yang para parar.

“Tio He…” Kai Yang estava atordoado.

“Mesmo em caso de falência, evite as desgraças!” Chefe He sussurrou.

Kai Yang impotente apenas suspirou. O fato que o chefe disse isso sinalizou que ele sabia o que os dois homens eram de Han. Mas, a fim de fazer negócios, é preciso ter um bom nome. A comoção anteriormente já havia atraído muita atenção se isto continuasse então a reputação da loja de arroz iria pelo ralo.

Mesmo se soubessem que o que eles disseram era falso, só se poderia cumpri-las e apressadamente ter a esperança de acabar com esse fiasco antes de muito dano ser feito.

Em desespero, chefe He enfrentou o homem: “No que diz respeito à doença do seu irmão, posso dizer que não tem nada a ver comigo…”

Depois que os dois homens, ouviram isto, um gritou de raiva: “Mesmo que não esteja relacionado, eu já vim para esta loja de arroz. Se eu não fizer a verdade clara, então o sofrimento do meu irmão seria em vão. Ele deve ser enviado para o médico imediatamente! Mas, claro, se você estiver disposto a arcar com as despesas médicas, então estamos dispostos a esquecer sobre esse assunto.”

Após esta declaração, ficou claro o que você realmente precisava ir à falência para evitar infortúnios. Se as pessoas realmente queria extorquir dinheiro, eles iriam fazê-lo ao longo de um período de tempo. As exigências que estes dois homens estavam fazendo era muito míope, se chefe He concordasse em pagá-los agora a reputação de seu arroz ainda sofreria. Pois nada irá parar as notícias que ele vendendo arroz envenenado de se espalhar. Isto disse a Kai Yang que os homens eram ou não interessados em extorquir o chefe He por mais dinheiro ou que tinham algum outro objetivo.

Quem teria imaginado que estes dois homens de Han não teve intenção de terminar assim: “Você chefe de coração preto. Quem você acha que nós dois irmãos são, a ser explorados por você tão livremente? Nós dois irmãos fomos realmente azarão para comprar o arroz envenenado de você! Onde está sua consciência culpada?”

Esta afirmação ressoou muito profundamente em Kai Yang. Ele franziu os lábios enquanto estava sentado, quem eles pensam que são ao dizer que vivem a vida virtuosamente e com a consciência limpa?

O chefe também estava estupefato. O quê? Estes dois homens não estavam aqui para extorquir dinheiro?

Embora atordoado e sem saber o que fazer mais e mais pessoas começaram a se reunir. Um menino considerável semelhante à idade de Kai Yang também tinha aparecido. A partir de sua aparência ele era claramente muito melhor do que Kai Yang.

Aquele jovem casualmente caminhou até os homens e os circulou com interesse. Enquanto isso ele constantemente estalava a língua.

Outros podem não ter notado, mas com um olhar Kai Yang reconheceu os três como as pessoas que ele encontrou mais cedo no beco.

A multidão só olhava para o menino que acabara de aparecer!

Estes três homens não estavam juntos? Kai Yang sentiu um plano maligno no ar.

[1] Pessoas de Han é uma raça étnica da China.

<-Capítulo Anterior||Próximo Capítulo->

Anúncios