God-level Bodyguard in The City – Capítulo 3


‘                        <-Capítulo Anterior  | Índice | Próximo Capítulo->

Capítulo 3: O Negócio de Guarda-Costas da Família Chen.
Tradução por: Farofa

Exatamente como Chen Min disse, Xiao Yi era de fato nascida de uma família de policiais. Desde a geração de seu avô, fosse homem ou mulher, todos da família dela entraram para a policia. Para a pequena Xiao Yi, a roupa mais bonita era o uniforme de um oficial de policia, o brinquedo mais divertido era uma arma e a brincadeira mais interessante era treinar técnicas de imobilização…

Dessa maneira, a garotinha foi influenciada pelo seu irmão e pai que eram membros da SWAT, que eram os ídolos dela.

Ela sempre estudou diligentemente, e passou no exame para ingressar na academia de policia, eventualmente se graduando com as melhores notas, apenas para que conseguisse fazer parte da linha de frente da força de assalto anti-criminal. No entanto… Ela não imaginava que quando ela tivesse acabado de entrar no sub-departamento de policia da da cidade de Lin Hai para que fosse treinada, ela iria encontrar um mal instrutor que assediou ela. Ela que era uma pessoa direita imediatamente reportou isso aos superiores, fazendo com que o instrutor fosse investigado.

Isso claramente não era culpa dela, mas mesmo assim ela ficou conhecida como ‘problemática’ por causa deste incidente. No final, ela não foi designada para caça a criminosos ou combate as drogas, mas pelo contrário, ela foi enviada ao escritório para fazer serviço administrativo. Não apenas isso, ela também foi especificamente encarregada de confiscar materiais… E virou alguém responsável por confiscar pornografia.
[TN: UAehUaheuHauehUaheuHauehUahueHauehUaheuhauehUae eu não guento.]

Que tipo de trabalho humilhante era esse? Ainda mais, ela ainda era virgem e não sabia muito sobre sexo, ainda assim ela tinha que passar o dia todo olhando para milhares de materiais pornográficos. Durante seu primeiro mês nem comer ela conseguia, e tinha que utilizar de pilulas de sono para conseguir dormir. Tudo que ela tinha visto, voltava em quadros em sua cabeça.

Ela quis pedir demissão incontáveis vezes, mas toda vez que ela voltava para casa, a mãe dela perguntava sobre seu trabalho com uma expressão animada e feliz. Fazendo com ela só consegue se forçar a sorrir e responder, “Esta tudo bem, muito legal.”

Ela não conseguia dizer a verdade para sua mãe. Sua mãe, que tinha se aposentado da área de segurança publica, adorava contar para todos como que sua filha tinha se tornado parte da policia.

Xiao Yi tinha secretamente esperado pela oportunidade do Nirvana, esse tempo todo… Um dia, o primo dela da capital mencionou que um condenado a morte iria estar de volta a cidade de Lin Hai. A história por trás do rapaz não era pouca coisa, fazendo necessário que um observador especial, do departamento de policia, o acompanhasse por dois anos. Reportando ao escritório principal qualquer ação do sujeito. Por causa das circunstâncias, a quantidade de voluntários para o serviço era quase inexistente. Porém, qualquer um que conseguisse cumprir esse trabalho, com certeza seria uma pessoa de talento que traria inveja pra qualquer outro policial.

Xiao Yi jogou a precaução ao vento, e foi direto para o o chefe de departamento de policia dela para requisitar o serviço. O chefe de policia hesitou um pouco, mas depois de olhar as informações sobre o alvo, ele concordou em da-la o serviço.

No entanto, Xiao Yi não soube quem era o alvo do serviço até o momento que ela aceitou a tarefa, vendo depois que o alvo de seu serviço era o ‘psicopata juvenil’ de dez anos atrás – Chen Min.

Como ela se sentia a se sentar ao lado de um condenado a morte? Xiao Yi a todo momento só queria que o desgraçado caísse repentinamente morto. E não era porque ela tinha medo, mas por causa que o Chen Min era o maior canalha que ela ja viu. Contanto que ele visse uma mulher bonita na rua, ele já começava a assobiar pra elas. Até mesmo quando eles estão parados no sinal vermelho, ele teve a coragem de perguntar para uma beldade em um carro ao lado, ‘quanto que ela cobrava por uma noite’.

Quando ele via um arranha-céu, ele falava ‘wow’; Quando ele via uma mulher de seios grandes, ele falava ‘WOW’; Até mesmo quando ele visse uma mulher de idade dirigindo ele vinha com o ‘Wow’ dele …

“Você é algum tipo de boneca quebrada? Pare com essa merda de ‘Wow’!” Xiao Yi finalmente não conseguia aguentar mais.

“Faz dez anos que eu não venho pra cá. Com certeza eu vou achar tudo interessante. Aquele maldito Coronel Kaos me fazia passar 50% do meu tempo junto com uma pilha de corpos mortos [TN: acredito que 12 horas por dia ele ia para campos de batalha], e a Africa praticamente se tornou minha casa. As mulheres que vi la em meio guerra, não eram muito bonitas. Conseguir ver tantas beldades da minha terra natal faz com que todos os meus problemas do passado tivessem valido apena.” Chen Min disse enquanto secava uma gata peituda que estava passando na rua. Os peitos da mulher balançavam pra cima e pra baixo enquanto ela andava, Chen Min estava babando e gritando pra ela ao mesmo tempo.[TN: eu vou substituir beauty por gata, porque ninguém sai por ai falando beldade, agora chamar mulher de gata é algo mais comum.]

“Não existe cura para idiotice. Deus, por favor faça com que esse 2 anos passem rapidamente!” Xiao Yi rezou baixinho. Ela estava com Chen Min fazia apenas 20 minutos, mas ja não aguentava mais ficar perto dele.

O geep finalmente chegou a uma área residencial. Entre dois arranha céus havia um casa pequeno de dois andares. Essa casa foi a ultima coisa que Shen Chong Yang tinha deixado para Chen Min. Durante esses últimos anos, a área tinha se tornado em um distrito comercial famoso, mas a pequena casa ainda permanecia preservada no mesmo local.

Ela não tinha sido demolida ainda porque o criador desse distrito comercial tinha recebido ordens direta para não fazer isso, vinda dos altos escalões; Não importasse o que eles fizessem com os outros imóveis, mas este em especial, não era para tocar nem mesmo uma grama.

“Chegamos.” Xiao Yi estacionou na garagem, assustando algumas baratas.

Baseado nos padrões de dez anos atrás, a casa de dois andar de Shen Chong Yang era bem estilosa. Ela possuía uma garagem, um longo jardim, e até mesmo uma varanda no teto para que família visse as estrelas. Esse lugar tinha lhe custado todas as suas economias, tudo para que ele conseguisse trazer conforto e felicidade para sua família. [TN:MALDITOS BANDIDOS??? PORQUE????]

Vendo a casa que era tão confortável e alegre nesse estado, fez com que emoções complicadas crescessem dentro de Chen Min, porém ele não era de expressa-los e Xiao Yi não percebeu. Ele picou uma placa que estava apoiada em uma raque de madeira, e tirou a poeira acumulada dela. As palavras gravadas revelaram ser: “O Negócio de Guarda-Costas da Familia Chen. Nós sempre iremos lhes servir de todo o coração.”

Essas palavras tinham sido escritas a mão por sua mãe, porque embora seu pai era eficiente com armas, sua escrita era horrível.

“A partir de hoje, viveremos aqui. É velho, mas é uma casa com quintal próprio. Este lugar é algo que nem mais pode ser encontrado pela vizinhança, HM?” Xiao Yi estava em pé, em frente a porta com as mãos na cintura.

De repente, a porta da casa foi aberta pelo lado de dentro. 4 homens com barras de metal e madeira em sua mão, andaram para o lado de fora. Sinais de injeção conseguia ser vistos em seus pulsos, e era possível ver um resto de pó branco em cima deles. Era óbvio que eram noias.

“Seus filhas da puta, caiam fora! O ponto aqui é nosso!” O lider robusto, com 185cm de altura rosnou. Um nóia com um físico desse era raro.[TN: nóia = drogado, na minha região]

“Irmãozão, aquela vagabunda ali não é nada mal! Tudo bem de nos divertirmos com ela?” Um bandidinho feio disse.

“Um bando de lixo igual vocês não possuem um pingo de respeito. Invadindo uma casa em pleno a tarde, usando drogas, e até mesmo tentando aterrorizar cidadãos inocentes e assediando uma mulher. Vocês sabem quanto tempo de cadeia vocês podem pegar por todos esse crime juntos?” Xiao Yi friamente olhava para eles com nojo. Nunca que ela vai dar atenção para algum drogado.

Bem quando ela tava indo aplicar as leis, Chen Min andou de trás dela e jogou uma mochila suja em seus braços.

“Segure um pouco.” Ele disse enquanto andava em direção a porta.

“O fedidinho, você vai tentar ajuda-la?!” Tendo aplicado tanta droga, o homem ja tinha perdido a noção faz tempo. Ele balançou seus braços, tentando golpear a cabeça de Chen Min com o pedaço de metal. Se ele acertasse, um cidadão comum viraria um retardado se não morresse.

Xiao Yi ja estava preparada para interferir, foi quando ela viu o corpo de Chen Min desaparecer, ele agiu rapidamente quase que instantâneo. O bastão de metal passou reto, ao lado de seu corpo. Sem esperar pela surpresa do drogado, Chen Min esticou a mão e usou apenas do dedo indicador para pegar o drogado pelo nariz e jogar ele voando no chão.

O coitado do lider dos drogados, que era uns 8 cm mais alto que Chen Min, estava espatifado no chão de concreto, quando ele foi jogado o chão chegou até a vibrar. Ele estava largado la, inconsciente, com espuma saindo de sua boca.

Os outros 3 drogados cagaram na calça de medo. Eles eram apenas nóias, não chegavam nem a ser uns bandidinhos de rua. Entre o grupo deles, o único com coragem para brigar era o líder deles. Este, que foi apagado pelo Chen Min com um único dedo. Imediatamente eles jogaram os pedaços de madeira/metal no chão.

“De hoje em diante, qualquer um que ousar dar meio passo dentro da minha casa, morre!” Chen Min disse enquanto limpava o sangue do líder dos drogados de seu dedo. “Sumam!”

Chen Min rugiu, assustando os nóias que correram de medo. Eles eram surpreendentemente leais, e não esqueceram de arrastar o corpo do lider deles embora.

Apenas depois de ver que Chen Min não ia exagerar na ‘educação’, que Xiao Yi tirou a mão de sua arma. Dessa vez, ela estava carregada.

Os observadores do Nirvana notaram que Chen Min utilizava de técnicas horríveis e assustadoras de assassinato, sendo um enorme perigo para a sociedade. Por causa disso eles não tinham certeza se ele conseguia ou não voltar a viver em sociedade e por isso arranjaram alguém para observa-lo por 2 anos.

A tarefa mais importante de Xiao Yi durante esse tempo de observação, não era segui-lo, mas sim mata-lo no momento que ele excedesse na violência. Com certeza, Xiao Yi não estava muito disposta a fazer isso. Não porque ela era simpática a ele, mas porque a partir do momento que Chen Min morrer, a tarefa dela acaba. E o que vem depois seriam infinitos filmes pornográficos. Ainda mais, que ela ouviu que o departamento tinha recentemente apreendido uma fábrica do material. Quando ela começava a pensar sobre os gemidos e respirações profundas dos atores, ela não conseguia deixar de tremer.

Em seguida, todo o dia foi utilizado limpando o local. Xiao Yi estava apenas como observador e não como servente, então ela resolveu não se envolver com isso.[TN: que fdp, deixou o cara limpar tudo sozinho.]

Ela viu o corpo de Chen Min, que tinha tirando a camiseta preta para começar o trabalho de limpeza. Além dos belos e definidos músculos em suas costas, peito e abdômen, ele possuía também várias cicatrizes pelo corpo, uma sobre a outra, somando várias por todo seu corpo.[TN: odeio essas partes que tenho que traduzir o POV da Xiao Yi e como ela acha os musculos do Chen Min. kkkkkkk]

Xiao Yi estava espantada. O corpo desse homem parecia ser feito de aço. Suas incontáveis cicatrizes fazia parecer que ele tinha sido despedaçado varias vezes.

E quem tratou ele definitivamente não foi um doutor, mas um costureiro. Xiao Yi viu que ele tinha uma cicatriz grossa do tamanho de metade de um dedo, que se esticava do ombro esquerdo dele até a costela direita, tendo quase 1m.

Era dificíl imaginar como esse homem tinha vivido na ultima década. Mas deve ter sido um inferno. Afinal, o pecado que ele cometeu era algo que deveria ter levado ele para o outro mundo. Agora, ele estava renascido, e Xiao Yi esperava que a justiça no coração dele não tinha sido apagada pela chacina.[TN: ele só fez uma limpa na vizinhança pow]

Chen Min acabou o que seria equivalente a dois dias de trabalho de limpeza, em apenas uma tarde. Ele realmente tinha uma força física monstruosa; Ele até mesmo conseguiu sozinho carregar um sofá quebrando que ele tinha colocado em seu ombro…

Ele cortou a grama, tratou o jardim e fixou o portão quebrado da garagem. A casa que estava abandonada já há 10 anos finalmente brilhava o com o sentimento de um lar.

“Agora que você ja tem uma casa. O que planeja fazer em seguida? Eu conheço alguns trabalhos decentes aos quais posso introduzir você.” Xiao Yi andou até Chen Min enquanto olhava em volta na nova casa da família Shen.

“Não precisa, eu ja sei o que vou fazer.” Chen Min pegou o, agora brilhante, sinal que estava balançando na porta da frente e disse, “Serviço de Guarda-costas da Familia Shen ira reabrir mais uma vez, a partir de hoje!”

“Você esta brincando? Você tem algum experiência como guarda-costas?” O canto da boca da Xiao Yi ja estava levantando ao poucos. [TN: ela tava querendo rir]

“Eu tenho mais experiência em matar pessoas, mas as técnicas são quase as mesmas. Antes meu trabalho era dar o melhor para eliminar o alvo, agora tudo que tenho de fazer é dar o meu melhor para mante-lo vivo. Simples assim.” Chen Min disse enquanto sorria inocentemente.
________________________________________________________________
Qualquer erro me digam que no futuro arrumo.

‘                        <-Capítulo Anterior  | Índice | Próximo Capítulo->

9 comentários sobre “God-level Bodyguard in The City – Capítulo 3

  1. Pingback: God-level Bodyguard in The City – Capítulo 003 – Aliança Novel

    1. Farofa

      Existe uma chance, to com metade dele traduzido ja, mas to tendo que arrumar minha mochila e to colocando umas paradas no meu notebook pra eu não ficar muito sem o que fazer la. Se eu terminar isso antes deu ir, eu tento finalizar o cap 12 antes de ir pra roça

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s